7 Comments

  1. Avatar Beatriz Borges
    agosto 22, 2016 @ 1:12 pm

    Eu, particularmente, com uma linguagem simples, já abordei o tema com a Melissa por ela já ter presenciado meus momentos na época do período menstrual. (o famoso banheiro compartilhado acaba trazendo o tema à tona, já que mãe tem sempre companhia). Interessante a abordagem da boneca, mas honestamente não sei se a usaria como recurso aqui em casa para explicar.

    Reply

  2. Avatar Claudia Bins
    agosto 22, 2016 @ 9:44 pm

    Acho que informações são importantes e existem muitas maneiras de se abordar esses temas, a boneca é um deles. O mais certo é o caminho do diálogo estar sempre aberto entre os pais e os filhos.

    Clau
    @AsPasseadeiras

    Reply

  3. Avatar Chris Ferreira
    agosto 23, 2016 @ 10:04 am

    Adri, eu só tenho meninas e esse foi sempre um assunto normal, simples e sem tabus. Elas me viam menstruando, me viam trocando absorventes e tudo foi bem natural.
    Acho legal a ideia da bonaca.
    beijos
    Chris

    Reply

  4. Avatar Mamãe Ursa
    agosto 23, 2016 @ 10:16 am

    Nossa, na hora que li confesso que choquei! Mas já me vi nessa saia justa e meu filho tem cinco anos, e viu que eu estava naqueles dias, ele perguntou vc se machucou? Disse que não, que mulher sai sangue todo mes, e ele não fez mais perguntas! Graças a Deus! rsrs

    Beijos
    Gleysa
    http://www.mamaeursa.com

    Reply

  5. Avatar Camila
    agosto 23, 2016 @ 10:30 am

    Achei interessante a boneca. Já conversei com as meninas sobre o assunto, pelo mesmo motivo que a Bia (banheiro compartilhado…). Importante é abordarmos o tema e sempre conversar com os pequenos.

    Reply

  6. Avatar Louise Furtado de Aguiar
    agosto 24, 2016 @ 2:52 am

    Didática um pouco diferente, não é? Curiosa e interessante. Acho bacana um ponto de vista diferente, mas se eu fosse mãe de menina, acho que abordaria de outra forma.

    Reply

  7. Avatar Genis Borges
    agosto 24, 2016 @ 7:56 am

    Oi Adri, eu gostei disso, hein? Na “minha época” ia ser muito bem aceito, pois tive pouquíssima informação.
    Além da informação da família, acho que pode ser um apoio legal. Bjus.

    Reply

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.