Vamos falar de responsabilidade na internet

Vamos falar de responsabilidade na internet

Semana passada passamos por uma foto que foi compartilhada irresponsavelmente por muitas pessoas e principalmente por veículos de informações grandes e muitas mães que são blogueiras.

Vi essa foto durante a semana toda e não me arrisquei a falar nada sobre, pois por mais difícil que pareça depois que me tornei mãe me coloco no lugar da pessoa sempre.

No domingo fui uma das primeiras a revelar que a foto não era o que parecia ser e ensinou mais uma vez que não devemos nunca nos precipitar e achar algo somente por uma única foto e nem a julgar no calor do momento.

Todos os veículos de informações, blogs, redes sociais e afins possuem uma grande responsabilidade que não pode ser ignorada. Para ser mais clara vou explicar com um caso que me assustou muito de 2014 e que me fez ver como eu como influenciadora sou responsável pelo conteúdo que escrevo.

Em 2014 uma moça no Guarujá foi confundida com uma sequestradora  pois era muito parecida com um retrato falado divulgado em uma página do facebook (esse retrato falado não passava de boato e foi postado irresponsavelmente)

Imaginem a responsabilidade, ou melhor a IRresponsabilidade dessa página em postar um boato que tirou a vida de uma pessoa.

“….Em uma postagem feita no fim da tarde desta segunda-feira, o dono da página afirma que está colaborando com as investigações e que não irá se pronunciar a respeito do caso para não atrapalhar o trabalho da polícia. Em alguns comentários, os usuários condenaram a publicação do retrato falado, mesmo sabendo que se tratava apenas de um boato…..”

 

14012124_10155286610422316_1484758739_n-e1471396399771 Vamos falar de responsabilidade na internet

Link aqui

 

Agora imaginem se essa moça que foi exposta, criticada, xingada e massacrada fosse brasileira. Você que postou a foto dela, do rosto dela, se responsabilizaria caso algo grave tivesse acontecido com ela?

Sim, poderia acontecer sim. Podemos medir a raiva e o ódio por uma compilação breve que fiz.

E antes de ouvir que eu postei….não….eu não postei o rosto dela, e não expus ela, pelo contrário, fui uma das primeiras a defender e a repostar a entrevista no domingo logo cedo para esclarecer mais uma vez que não devemos e NUNCA julgar.

 

13907103_1805551119676540_1877431811167871950_n-1 Vamos falar de responsabilidade na internet

 

Sabe o que mais me assustou, em uma página do Instagram de uma blogueira, foi postado a foto dessa mãe com o bebê no chão, centenas de pessoas julgaram de uma forma bem agressiva  e uma colega que havia lido meu post no site me marcou e explicou nos comentários sobre a entrevista e que eu havia disponibilizado a versão da mãe. Sabe  o que essa blogueira fez?? Apagou o meu comentário e o da minha colega, para continuar gerando ódio e inflamando a discussão de péssima mãe.

Perceberam a grande responsabilidade que temos??

Pense nisso e pense mais uma vez antes de postar algo que você não tem 100% de certeza