Vamos aprender um pouco mais sobre Disciplina Positiva

Vamos aprender um pouco mais sobre Disciplina Positiva

Capa_para_evento_do_Facebook_–_Facebook_Cover-3-720x313 Vamos aprender um pouco mais sobre Disciplina Positiva

Hoje apresento para vocês um curso imperdível e que vai ajudar muito todas as mamães e papais.

O curso é baseado no método criado pela educadora norte-americana Jane Nelsen (autora do best-seller Discipline Positive) e ministrado por Bete P. Rodrigues. Além de mãe, madrasta e avó, Bete é educadora há mais de trinta anos e foi treinada pela própria Jane Nelsen para formar trainers no assunto. Ela é a única com esta titulação no Brasil. 

A Disciplina Positiva é uma abordagem socioemocional que procura desenvolver habilidades de vida nas crianças e jovens, como autodisciplina, cooperação,responsabilidade, etc. Para isso, ela procura oferecer ferramentas respeitosas que auxiliem os adultos a lidarem de uma melhor forma com situações embaraçosas – como birra, manha, ataques de raiva e tantas outras.

Para que este curso atendesse às reais necessidades das famílias, a Omnisciência realizou uma pesquisa onde perguntou a mães e pais quais eram as principais dificuldades ao lidar com comportamento desafiadores dos filhos. O resultado, somado às inúmeras experiências da Bete, serviu de base para a estrutura do curso.

O curso está dividido em quatro módulos:

1 – Introdução à Disciplina Positiva: histórico da abordagem; os cinco critérios da Disciplina Positiva (o quinto não está no livro da Jane Nelsen. Foi acrescentado recentemente pela Positive Discipline Association, por isso se trata de um conteúdo exclusivo); e reflexões em torno do porquê dos comportamentos desafiadores.

2 – Comportamentos desafiadores das crianças: seis vídeos com ferramentas práticas da Disciplina Positiva para lidar com birra, descontrole, desrespeito, ataques de raiva e ansiedade de separação;

3 – As crenças por trás dos comportamentos desafiadores: É por meio dos comportamentos, muitas vezes quando a linguagem verbal ainda não foi desenvolvida, que a criança expressa o que sente. Por isso, é preciso conectar-se com ela para perceber o que há por trás desta ou daquela conduta. É o que sugere o “Quadro dos objetivos equivocados”, apresentado neste módulo;

4 – Considerações Finais: O último módulo contém informações sobre o desenvolvimento infantil e sugestões de estímulos saudáveis; ferramentas para uma comunicação não-verbal efetiva, que favoreça o vínculo e a afetividade; um resumo de tudo o que foi visto nas aulas anteriores e um vídeo especial para as mães e os pais, uma vez que – para cuidar de seus filhos – eles também precisam cuidar de si.

Para saber mais clique aqui