Adriana

Adriana, professora de arte, "Ex-marinheira" de navios de cruzeiros com vasta experiência internacional. Depois de uma temporada na Espanha casou com o Marcelo e se transformou em Mãe do Theo e dos peludos Bart e Marvin. Atualmente leciona em um colégio particular de SP e é responsável pelo "Grupo das Mamães de SP" onde proporciona encontros com muitas dicas e atividades.

11 Comments

  1. Michele Gobbato
    julho 7, 2016 @ 8:12 pm

    Lindo texto ..ótima reflexão

    bjs Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    Reply

  2. Bárbara
    julho 7, 2016 @ 8:52 pm

    Texto emocionante da maternidade na vida real. Amei! Bjs

    Reply

  3. Ariane Baldassin
    julho 8, 2016 @ 2:36 am

    Que texto mais lindo amiga. Esses dias postei um falando sobre o sentimento “filha mais velha”.

    Reply

  4. Genis Borges
    julho 8, 2016 @ 11:56 am

    Que coisa linda Adri, a maternidade é um misto de sentimentos… só uma mãe para entender.
    Bjão

    Reply

  5. Claudia Bins
    julho 8, 2016 @ 2:31 pm

    Tudo verdade, a maternidade é bem assim, tem altos e baixos, mas o amor supera tudo.

    Beijo,

    Clau
    @AsPasseadeiras

    Reply

  6. Laura
    julho 8, 2016 @ 2:33 pm

    Que lindo! Amei o texto!

    Beijos, Laura Carvalho
    http://www.maede2.com.br

    Reply

  7. Cléo Moretti
    julho 8, 2016 @ 9:53 pm

    Aim, Adri que amor.
    Já tinha ouvido falar, mas ainda não tinha lido.
    Lindo, lindo!

    Reply

  8. Fabi Fontainha
    julho 9, 2016 @ 1:38 am

    Muito lindo esse texto! Ser mãe é muitas vezes difícil, a gente se cansa e perde a paciência… é bom ler uma reflexão como esta pra gente lembrar do que é realmente importante. Bjs Fabi Fontainha

    Reply

  9. Aline Patrícia
    julho 11, 2016 @ 3:45 am

    Que lindo Adri, gostei muito de ver seu texto, hoje em dia vejo as coisas indo só na contra mão, só vejo ressaltarem o lado negativo da maternidade! Sabemos que nada é perfeito, mas é tão lindo valorizar o que tem!!

    Reply

  10. Alê
    julho 12, 2016 @ 6:19 pm

    Muito lindo o texto.
    Muitas vezes esquecemos de tudo isso, parar olhar para nosso filho, abraçá-lo, beijá-lo, simples assim, isso é perfeição, demonstrar todo o amor que temos.
    bjs,
    Alê
    http://www.dafertilidadeamaternidade.com.br/

    Reply

  11. Estela Pereira
    julho 18, 2016 @ 10:11 pm

    Esse texto reconforta a alma materna, que vira e mexe se enche de culpa e urgências desnecessárias!

    Obrigada por compartilhar

    Bjs
    Estela
    http://www.equilibrioefamilia.com.br

    Reply

Deixe uma resposta

Back to Top